[Vídeo] Vê a reunião dos Audioslave após 12 anos de interregno

Vagos_Banner

Tal como já foi noticiado pela Rock n’ Heavy, os Audioslave reuniram-se pela primeira vez em doze anos para protestar a eleição de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos da América.

O regresso (ainda que temporário) dos Audioslave aconteceu na sexta-feira passada (dia em que o presidente Trump tomou posse) no Teragram Ballroom em Los Angeles. O evento, denominado Anti-Inaugural Ball, contou também com a presença dos cabeça de cartaz Prophets of Rage, um supergrupo de Tom Morello, Tim Commerford e Brad Wilk com membros dos Public Enemy e Cypress Hill. 

No evento, os Audioslave tocaram “Cochise”, “Like A Stone” “Show Me How To Live”. Vê a performance do grupo no vídeo em baixo.

A banda de rock é constituída por Chris Cornell (Soundgarden) e pelo guitarrista Tom Morello, o baixista Tim Commerford e o baterista Brad Wilk dos Rage Against the Machine. Antes de se separem em 2007 devido à saída de Cornell, os Audioslave lançaram três discos de estúdio: o disco homónimo de 2005, “Out Of Exile” de 2006 e “Revelations” de 2007.

Sobre uma possível reunião da banda, Morello disse que «essa porta nunca se fechará, mas agora estamos todos muito ocupados (…) Independentemente do que acontecer no futuro, Chris é um dos melhores vocalistas de sempre e é impossível não ficar orgulhoso dos concertos e música que fizemos».

Cornell partilha a visão de Morello e afirmou numa entrevista à Total Guitar em 2015 que ele estava disponível para uma reunião dos Audioslave.