free website stats program

Desta vez Charles Manson não resistiu, e faleceu aos 83 anos

O líder do grupo de malucos que andou a aterrorizar a cidade de Los Angeles com assassinatos nos anos 60 morreu aos 83 anos, de causas naturais.

Manson montou na década de 1960 a sua “família” de seguidores que seria capaz de matar por ele, e que realmente o fez, matando sete pessoas em 1969.

Os assassinatos começaram em 9 de Agosto de 1969, na casa do casal formado pela atriz Sharon Tate e pelo diretor Roman Polanski (que estava em viajem). Tate, grávida de oito meses, e mais quatro colaboradores e amigos foram mortos. Um segundo crime no dia seguinte tirou a vida do casal Leno e Rosemary LaBianca, mortos na sua casa. No total a família de Manson distribuiu 169 facadas e sete tiros de calibre 22LR. Manson não participou nas “matanças”, tendo apenas dado as ordens à sua “família”.

Entre muitos dos requintes de crueldade, o grupo escreveu com o sangue das vítimas algumas mensagens nas paredes. Na casa de Tate foi escrita a palavra Pigs (“porcos” ). Na casa de Rosemary e Leno as mensagens escritas com sangue foram “Helter Skelter” (nome de uma música dos Beatles), “Death to pigs” (“morte aos porcos”) e “Rise” (“rebelião”).

O objetivo de Mason era fazer com que os Pantera Negras fossem culpados pelos crimes e começar uma guerra racial.

Manson cumpria nove prisões perpétuas na Califórnia. Ele tentou apelações para ser solto 12 vezes.

 

 

Fonte: Whiplash

You may also like...