free website stats program

Eluveitie [Maio 2011]

Há oito membros na banda. É difícil conciliar os instrumentos e as ideias de cada membro?
Sim e não. No fim de contas, não há muitas bandas que façam algo de similar. Também já nos habituamos a isso, e o Chrigel escreve músicas com a instrumentação em mente desde o primeiro momento, por isso não é como se estivéssemos a tentar espremer os instrumentos folk para caber numa música de metal; são uma parte integrante e essencial da nossa música.

Em 2009 lançaram o álbum “Evocation I – The Arcane Dominion”, que é um álbum acústico. De onde surgiu a ideia de criar um álbum nesse formato?
Julgo que foi um passo em frente (ou lateral) quase óbvio para nós, uma vez que usamos vários instrumentos acústicos, de qualquer das maneiras, e já tivémos curtas faixas acústicas em todos os nossos álbuns. Foi também, de certo modo, uma experiência, já que as músicas tiveram, obviamente, de ser escritas de uma forma completamente diferente. Por isso, embora a ideia tenha estado nas nossas cabeças há já algum tempo, acho que chegámos a um ponto em que simplesmente decidimos que era a altura certa 😉

Receberam o prémio “Up and Coming 2010” (“Banda Promessa 2010”) da Metal Hammer no festival Wacken Open Air. Como se sentem por receber esse reconhecimento?
Sentimos que éramos promessas há já bastante tempo, mas claro que nos sentimos honrados à mesma!

Quais são, para ti, as principais diferenças entre “Everything Remains (As It Never Was)” e “Slania”, de 2008?
Talvez não veja uma principal diferença, mas veja o “Everything Remains” como o sucessor e uma evolução natural desde o “Slania”… Desenvolvemos as partes que são mais naturais para nós e crescemos como banda nos meses anteriores às sessões de gravação, e acho que isso é notório no álbum. Na minha opinião pessoal continua a ter a mesma essência, mas sente-se uma maior coesão entre a banda.

Têm planos para fazer um “Evocation II”, um álbum também acústico. Podem revelar algo sobre ele? Têm trabalhado nele?
Actualmente estamos a trabalhar apenas em material de metal para o nosso próximo álbum (que será um álbum de metal normal) e ainda não fizemos quaisquer planos para o “Evocation II”.

Irão lançar algum álbum “pesado” antes do “Evocation II”?
Sim, pelo menos um!

Conhecem alguma banda portuguesa? Podem mencionar uma ou mais, se for esse o caso?
Bem, conheço os Moonspell, claro! Para ser sincero não sou capaz de citar mais nenhuma espontaneamente, mas a verdade é que infelizmente ainda não tivemos muitas hipóteses de tocar em Portugal, por isso espero que isso mude no futuro!

Têm muitos fãs aqui em Portugal. Sabiam que há um clube de fãs português na internet?
Não sabia, mas fico muito contente de saber que existe! Tal como todos os outros clubes de fãs, se quiserem entrar em contacto connosco teremos todo o gosto em nos ligar ao website deles e, espero, dizer olá às pessoas que tornam o site possível da próxima vez que formos a Portugal!

O vosso concerto em Portugal, marcado para Outubro de 2011, foi cancelado sem revelarem os motivos. Como calculam, os fãs ficaram bastante aborrecidos. Tencionam voltar a Portugal para mais um concerto?
Claro que sim, mas, infelizmente, para já não há nada de concreto no horizonte. Mas assim que possamos fazer de novo uma digressão como cabeças de cartaz nessa área iremos certificar-nos de que visitamos Portugal e que compensaremos pelo concerto cancelado! Quanto às razões, também não nos deram nenhumas a nós e ficámos desapontados ao saber que não seria possível fazer nada acerca disso.