free website stats program

A Febre dos Festivais [por Jorge Martins]

Já estamos em Abril, faltam cerca de 2 meses para o Verão e o que com ele já é costume aparecer, os festivais de música! Numa altura em que o Sol já vai espreitando com timidez, enchemo-nos de coragem e após escrutínio dos vários cartazes do cada vez maior número de eventos no nosso país, têm aqui as 10 bandas que mais interesse trazem para a nossa época festivaleira:

10. War on Drugs

A banda liderada por Adam Granduciel traz a Portugal Lost in a Dream, editado no ano passado e que fez a crítica e os fãs renderem-se ao poder do Rock americano alicerçado na estética folclórica de Bob Dylan ou Bruce Springsteen com ecos de progressivo que prometem resultar num espectáculo vibrante e catártico.

Onde e quando: Festival Paredes de Coura, 21 de Agosto.

9. Bloodbath

O supergrupo de Death Metal, constituído por elementos de OpethKatatonia ou Paradise Lost, irá passar por Portugal para mostrar o seu álbum mais recente, Grand Morbid Funeral, residindo a curiosidade no poder destes músicos ao vivo e no talento vocal do novo cantor, Nick Holmes, dos Paradise Lost, ao pegar nas músicas antigas da banda.

Onde e quando: Vagos Open Air, 9 de Agosto.

8. Alt-J

Os Alt-J, coqueluches do Indie Rock, afirmaram-se como uma das propostas mais refrescantes do género com a estreia An Awesome Wave, com a qual incendiaram o palco secundário do Optimus Alive. Agora, com o não menos aclamado This is All Yours, editado no ano passado, foram promovidos ao palco principal do mesmo festival para nos deslumbrar com os seus ritmos tribais dançantes.

Onde e quando: Festival NOS Alive, 9 de Julho.

7. Patti Smith

Uma das primeiras mulheres rockeiras e um nome sinónimo de ícone musical, Patti Smith vem a Portugal em formato duplo, aproveitando a ocasião do 40º aniversário do seu álbum seminal Horses para o interpretar na íntegra, bem como registar ainda um concerto intimista em formato acústico e de spoken word que prometem ser momentos marcantes no ano musical português.

Onde e quando: Festival NOS Primavera Sound, 4 e 5 de Junho.

6. Tame Impala

Os Tame Impala de Kevin Parker são uma marca incontornável na onda revivalista do rock psicadélico que assolou esta década de rompante, recolhendo distinções e fãs com cada lançamento, Depois de passagens ascendentes pelo nosso país, primeiro pelo palco secundário do Optimus Alive, depois pelo principal do Super Bock Super Rock, será agora a vez da banda australiana se assumir como cabeças-de-cartaz, numa altura em que o seu terceiro álbum já deverá ter sido editado e estar pronto para consumo dos ávidos fãs portugueses.

Onde e quando: Festival Paredes de Coura, 20 de Agosto

5. Mark Knopfler

O ex-patrão dos Dire Straits lançou recentemente um novo álbum a solo, Tracker, que tem colhido elogios pela sonoridade inovadora e, ainda assim, identificativa da eterna banda de Knopfler, que, além de um dos melhores guitarristas de todos os tempos, é ainda autor de músicas que atravessam gerações e que decerto marcarão os pontos altos da sua passagem por Portugal.

Onde e quando: Festival EDP Cool Jazz, 28 de Julho.

4. Black Label Society

O anúncio foi recente, mas rapidamente causou mossa entre os fãs de música pesada, que dificilmente deixarão escapar a oportunidade de ver ao vivo a banda liderada por Zakk Wylde, ex-guitarrista de Ozzy Osbourne e autor de portentos Metal como “Stillborn” ou “My Dying Time”, que promete semear o caos entre riffs e solos monstruosos e baladas delicadas onde a palavra de ordem é emoção.

Onde e quando: Festival Vagos Open Air, 8 de Agosto.

3. Muse

A banda liderada por Matt Bellamy tem regresso aos discos anunciado para este ano e, depois de um desapontante 2nd Lawprometeu voltar aos seus dias mais rock, adiantando pelos singles já lançados que essa promessa é mesmo para cumprir, adivinhando-se uma enchente de fãs ora antigos ora recentes para celebrarem mais uma nova vida da banda britânica que parece não se cansar de se re-inventar.

Onde e quando: Festival NOS Alive, 9 de Julho.

2. Blur

Os veternaos do Britpop irão também eles regressar aos discos este ano, 12 anos depois de Think Tank, com The Magic Whip, sendo que depois de Damon Albarn, líder do grupo, ter uma carreira bem-sucedida nos Gorillaz e um dos álbuns mais aclamados de 2014 com a sua estreia a solo, resta ver o que estes veteranos britânicos ainda têm para dar ao Pop Rock actual.

Onde e quando: Festival Super Bock Super Rock, 17 de Julho.

1. Marmozets

Uma das bandas assumidamente favoritas da redacção, os Marmozets assinalaram uma estreia electrizante em 2014 com The Weird and Wonderful Marmozets (eleito disco do ano pela Rock N’ Heavy) e são conhecidos pelos seus espectáculos ao vivo enérgicos e incendiários, pelo que se adivinha que o público português dificilmente ficará indiferente ao charme hardcore de Becca MacIntyre e companhia.

Onde e quando: Festival NOS Alive, 10 de Julho.