free website stats program

A insólita capa de “Freak Show” dos Silverchair

No final da década de 90 do século passado, milhões de órfãos do grunge carpiam o final de uma era ao som dos versos “Yeah, i’m a freak of nature/ Yeah, i’m a freak”. “Freak” foi um dos singles de maior sucesso do álbum “Freak Show”, no entanto, nem todos conhecerão a verdadeira história da capa desse álbum dos Silverchair.

O rapaz que surge na capa é Grady Franklin Stiles Jr, nascido em 18 de Julho de 1937. O sexto de uma longa linhagem de “homens lagosta”, Grady participou em espetáculos itinerantes que mostravam pessoas com deformidades ou condições especiais.

Como não conseguia andar, usava uma cadeira de rodas em público, mas rastejava graças a braços incrivelmente poderosos e conseguia executar qualquer tarefa. Casou-se duas vezes, com Mary Teresa Herzog e com Barbara Browning, e teve quatro filhos, dos quais dois também tinham a mesma deformidade.

Quando uma das filhas estava noiva e pronta para casar com um homem que o pai não aprovava, Grady assassinou o rapaz a tiros. Não chegou a cumprir pena de prisão, porém, alegando que nenhuma prisão estava equipada para sua debilidade. Passou 15 anos em liberdade condicional, e logo após a sentença casou novamente com Mary Teresa e continuou a abusar física e psicologicamente da família.

Um dia a esposa confidenciou ao genro que era preciso pôr cobro a tal comportamento abusivo. Em 29 de novembro de 1992, Grady foi morto a tiro enquanto via televisão no trailer da família. O assassino foi um vizinho contratado pelo genro de Grady.

Esta condição especial é designada como Ectrodactyly, o que significa literalmente “dedos monstruosos” e é, geralmente, hereditária, como evidencia a família Styles.

 

freakshow