free website stats program

Amor Cão – Amor Cão

Os lisboetas Amor Cão tomaram de assalto a cena underground nacional desde a edição do seu EP homónimo de estreia, conquistando espaço nas rádios independentes, blogs especializados e, talvez o mais importante, redes sociais.

As quatro faixas que compõem o curta-duração revelam bem do que a banda é feita: movendo-se num terreno entre o Rock Alternativo com “cheirinho” a Funk dos Ornatos Violeta de Cão! e o Stoner Rock de uns Queens of the Stone Age num dia calmo, com resquícios de Clã Mob of God na voz vibrante de Jéssica Duarte.

Entre riffs viciantes e sensuais que puxam o corpo para a dança, “regado” a solos de guitarra explosivos em “Vertigem” e o híbrido de Funk gingão e Punk “de moshe” do single “És Mais”, os Amor Cão apresentam um registo diversificado mas com identidade q.b. para se distinguirem e fazerem mossa na música alternativa nacional.

Claro que há ainda espaço para explorar a faceta mais doce e calma na balada “Plágios de Ti”, que no entanto é o momento mais fraco do EP, colando-se demasiado ao já “batido” cancioneiro nacional de músicas Pop Rock sentimentais (estamos sempre à espera de ouvir “Mata-me outra vez” a qualquer momento) e não deixa escapar o sentimento de familiaridade que leva ao aborrecimento.

Apesar disto, os Amor Cão surpreendem pela positiva com um EP de estreia que tem uma sonoridade refrescante e, com o mediatismo certo, os poderá levar a voos mais altos, alicerçados em mais uma vocalista feminina carismática onde a banda assenta o seu rock pujante.