free website stats program

Billy Corgan: “Smashing Pumpkins eram mais um conceito do que uma banda”

Dia 9 de Dezembro os veteranos do rock alternativo lançam um novo álbum, Monuments to an Elegy, com Tommy Lee, dos Motley Crue, na bateria, tendo revelado esta semana o primeiro single, “Being Beige”, que Billy Corgan já veio dizer que não representava o cd enquanto todo.

“O que é interessante no cd é que cada canção é bastante diferente, é como o melhor de cada tipo de música; há pessoas que dizem que lhes lembra de todos os discos dos Smashing Pumpkins juntos e, embora eu não concorde com isso, percebo porque é que as pessoas acham. “Being Beige” é uma música mais épica, mas também temos rockalhadas, algumas baladas tristes, até algum disco. Temos tudo.”

Quando questionado se o álbum representaria cada era da banda, Corgan disse “não sei, eu não sei bem o que qualifica o passado ou o presente; nos EUA temos temos este problema em que toda a gente quer reviver o passado constantemente, enquanto que no Reino Unido a cultura é muito mais sobre o futuro e move-se muito mais depressa; algures no meio está a minha vida musical.”

“Não sei mesmo o que pensar. Eu não sigo modas, já desisti disso há muito tempo, acho que isso é para a cultura jovem. Quando se é jovem, compara-se à banda que teve aquela vaga em Glastonbury, mas depois chega-se a um certo ponto em que é sobre ter alguma dignidade para si mesmo e traçar um caminho musical. Alguns dos meus heróis, sejam os Led Zeppelin ou os Beatles, eles fizeram tudo isso há muito tempo, mas ainda pode ser feito.”

Sobre o que Lee trouxe de novo à banda, o guitarrista e vocalista refere que “o Tommy traz uma vivacidade imediata a tudo o que faz e é bastante fixe porque traz uma batida mais aberta aos Pumpkins, onde normalmente é algo mais complexo. Ele faz isso de forma tão massiva que, até o vermos em pessoa, não percebemos o quão brilhante ele é.”

Finalmente, Corgan conclui dizendo que “a banda agora já não é bem uma banda, é mais um conceito. Se formos fazer um circuito de festivais, iremos juntar uma banda só para isso, é essa a nossa abordagem agora.”