free website stats program

Cannibal Corpse acusados de blasfémia

Os sempre polémicos Cannibal Corpse poderão vir a ser proibidos de atuar na Rússia depois de um movimento religioso os ter acusado de blasfémia.

A banda tem um historial de cair em desgraça junto das autoridades mundiais. Foram objeto de uma campanha política nos EUA, em 1995, que teve por objetivo deixá-los cair em desgraça junto da sua editora. No ano seguinte os seus cd’s foram proibidos na Austrália e, ainda hoje, a sua venda permanece restrita. Também foram vítimas de uma proibição de vendas na Alemanha.

Os Cannibal Corpse tem programada uma tourné na Rússia, com início a 2 de Outubro, para promover o 13º álbum, “Skeletal Domain“, lançado na semana passada. Mas Dimitry Tsorionov, o chefe do movimento religioso Vontade de Deus, está a liderar uma campanha na tentativa de cancelar a tourné da banda. Ele disse: “Enviámos ao procurador a descrição dos concertos. As canções deles descrevem pormenorizadamente violação e assassinato de crianças. Vamos tentar resolver este problema com a ajuda da aplicação da lei. Se não funcionar, poderá haver um protesto em massa de várias formas. “

A banda  protestou a sua inocência, argumentando que há um “humor negro” nas suas letras. No último mês, o vocalista Corpsegrinder disse: “Nós ficamos sempre aborrecidos quando as pessoas pensam que estamos a escrever canções sérias para as pessoas lerem e ficarem loucas. São apenas histórias. É uma pequena história com a música – um filme de terror com uma… banda sonora de metal “.

As autoridades russas aprovaram, recentemente, rigorosas leis anti-blasfémia, introduzindo multas e penas de prisão para quem ofender crenças religiosas. Os Behemoth foram presos e depois expulsos do país ao tentarem fazer uma tourné em Maio. No mês seguinte, Marilyn Manson cancelou um concerto por causa de uma ameaça de bomba e outro por preocupações religiosas.