free website stats program

Documentário sobre Kurt Cobain tem coisas “que nenhuma mãe deveria ver”

Numa entrevista para o Seattle Times, Brett Morgen, diretor do documentário Kurt Cobain: Montage of Heck, filme que conta a história do ex-líder dos Nirvana, garantiu que há situações na longa metragem “que nenhuma mãe deveria ver”.

De acordo com Morgen, foi difícil apresentar as partes emocionais do documentário para a mãe de Cobain, Wendy O Connor. “Quando lhe estava a apresentar o filme, eu disse: há coisas aqui que nenhuma mãe deveria ver, e há outras que ele não gostaria que você visse, eu sinto muito.”

Kurt Cobain: Montage of Heck foi exibido no dia 25 de janeiro, no Festival de Sundance. A estreia contou com a presença de Courtney Love (viúva de Kurt Cobain) e da filha do casal, Frances Bean Cobain.

Num dos trechos do documentário, Love revela que Kurt queria juntar a quantia de 3 milhões de dólares e viver drogado o tempo todo. Por outro lado, ela admitiu ter usado heroína durante a gravidez.

A produção é a primeira cinebiografia autorizada sobre Kurt Cobain. Vejam em baixo uma entrevista (em inglês) do diretor Brett Morgen para o site Collider, sobre o documentário: