free website stats program

Evillution – Attack to Kill

Os Evillution afirmam com este Attack To Kill que há Thrash a germinar nas margens do Tâmega. Cinco temas completam este EP erigido nas trevas de uma temática de cariz apocalíptico particularmente acutilante no imaginário da banda.

“Hail the New Flesh” dá o mote para o holocausto zombie que tomará conta da componente lírica. O suporte instrumental é, obviamente, acutilante e debitado em hordas de distorção sonora. O trabalho das guitarras é sustentado e coerente, havendo ainda espaço para dar liberdade ao solo, no entanto, o tema não chega a explodir na magnitude que inicialmente esperávamos. A banda parece em contenção para o que se segue e , de facto, “Altar of Demon” procura entalhar uma marca mais acima nos níveis de brutalidade. As guitarras ganham em peso e intensidade, acompanhando a maior nota de intempestividade na voz de Romeu Costa.

“Nuclear Devastation”, tema com direito a vídeo (aqui em baixo) retoma a temática apocalíptica e segue a mesma direcção musical que a banda já nos tinha oferecido. A diversidade não será o ponto mais forte da banda, visto que os esquemas melódicos acabam por ser cíclicos com a intercalação ocasional dos solos, mas essa parece ser uma vénia que os músicos concedem aos trâmites do género.

Os temas mais diretos, como “Attack to Kill”, acabam por ser aqueles que mais nos agradam, sendo que nesta música a banda procura contrariar o que dissemos anteriormente, investindo numa linha rítmica distinta e dando maior liberdade à guitarra apenas nos momentos finais.

O EP encerra com uma “Lost Empire” nua e crua que nos apresenta a banda no seu ambiente natural, sendo que as limitações deste registo live acabam por levar a uma predominância das guitarras em detrimento das vocalizações.

Saudamos aqui este primeiro trabalho de estúdio dos Evillution pelos apontamentos de qualidade e virulência Thrash que dele emanam. Há aqui potencial em maturação e resta-nos esperar que a banda nos ofereça um trabalho de longa duração mais revelador da sua amplitude musical e conceptual.