free website stats program

James – La Petite Mort

Presentes na cena britânica de Madchester e na 2ª linha da Britpop, os James já andam nestas andanças há mais de 30 anos, embora só tenham conhecido sucesso (inclusive no nosso país, onde são um raro caso de devoção dos fãs nacionais) nos anos 90, graças às rádios universitárias americanas, responsáveis pela rodagem de êxitos como “Laid”.

Entretanto separados e reunidos, La Petite Mort é o quarto álbum editado pós-hiato pelos britânicos que se tornaram aclamados pela visão fresca que trouxeram ao rock alternativo e pela sua sensibilidade pop apurada, aqui presente e capaz de gerar mais uns êxitos para a já longa carreira da banda.

“Walk Like You”, balada épica que serve de tributo à Arte, abre o cd da melhor forma, num registo eclético e que foge à fórmula dos James, revelando uma vontade de explorar que depois de mais de uma dezena de cd’s editados, é sem dúvida de louvar.

Auxiliados muitas vezes por sintetizadores e sopros, os britânicos conseguem em La Petite Mort uma sonoridade constantemente dramática, que combina bem com as temáticas mais negras (morte da mãe e do melhor amigo do vocalista Tim Booth) presentes no álbum, como se pode ver na comovente “Interrogation”, ou na épica “Quicken the Dead”, cujo piano ecoa a Muse, mas com identidade própria.

Apesar da inovação sonora, existem faixas que não escapam ao típico dos James, como a banal “Moving On” e a bem melhor “Frozen Britain”, com o seu riff delicioso e refrão orelhudo a torná-la num clássico instantâneo.

De resto, existe espaço para de tudo um pouco, com a exploração das pistas de dança através dos sintetizadores irrequietos da mediana “Curse Curse” e uma proliferação de baladas que oscilam entre o fantástico (“Bitter Virtue”) e o sentimentalismo barato acompanhado a piano (“All in My Mind”).

Assim sendo, La Petite Mort é um disco de viragem na longa carreira dos James, que acerta tantas vezes quanto falha, mas que mostra uma vontade de evitar a estagnação sonora e só por isso merece ser louvado.