free website stats program

Kolony – Sledge

Sledge dos Kolony é um daqueles álbuns de difícil análise, porque ou gostas mesmo muito de heavy/power metal norte-americano ou então este disco vai parecer apenas mais uma pedrada no charco. Há aspectos nele que não nos seduzem particularmente, desde logo, o timbre do vocalista, ainda que próximo dos cânones do género, não soa particularmente apelativo e condiciona ainda mais a qualidade musical.

Alegadamente conceptual, com direito a intro cinemática, Sledge prolonga-se em certos temas numa vacuidade inexpressiva que se torna redundante como em “Trust and Live”, que até tinha potencial no início, mas que depois acaba por se perder mesmo com aquele efeito de ponte para a próxima “Echoes”, primeiro single retirado do álbum. O trabalho de guitarras é até consistente e denota capacidade interpretativa, como no início de “Modern Hero”, mas quando entram os vocais de Reno, francamente a faceta menos forte deste conjunto, não há nada a fazer e o tema descamba.

Assim sendo, as músicas vão desfilando sem conseguirem criar grande envolvência, até porque a riqueza e variedade líricas também não são particularmente o ponto forte da banda. Temas como “Monopoly” ainda procuram salvar o álbum já perto do final, mas simplesmente há aqui muito para burilar, sendo que uma troca de vocalista não será de desprezar.