free website stats program

Lars Ulrich dá crédito a ‘Some Kind Of Monster’ por evitar o colpaso da banda

O documentário dos Metallica de 2004, Some Kind of Monster, ainda continua a dar que falar.

O baterista da banda, Lars Ulrich, disse à The Wrap:

O fazer deste filme foi uma das experiências mais extraordinárias da minha vida, principalmente porque veio numa altura tão vulnerável. A presença das câmaras ajudou as coisas a ficarem em bom caminho, havia um par de ouvidos e olhos extra. Quando alguém está na sala, temos tendência a ter atenção ao que dizemos e fazemos. Acho que isso evitou que tudo descarrilasse.

Os Metallica vão agora lançar uma reedição de celebração do 10º aniversário do documentário.

Há coisas que te atiram sempre para uma repetição. O facto que o mundo da música ter ficado perplexo com aquilo, e o facto que o mundo do cinema tenha abraçado o projecto, não era algo que conseguíssemos prever.