free website stats program

Linkin Park revelam o motivo pelo qual trabalharam com compositores pop no novo álbum

Mike Shinoda abordou o modo como os Linkin Park acabaram por trabalhar com compositores de música pop no sétimo álbum de originais da banda – “One More Light“.

“Acerca de um ano e meio atrás, já tinha estado a escrever algumas demos e a tocar coisas para o resto dos membros. Decidi parar em Londres porque tinha interesse em compor com pessoas exteriores à banda.

Justin Parker era um deles e tinha visto o nome dele em coisas como por exemplo da Lana Del Rey, também conversei com Eg White que compôs em conjunto com os Florence + The Machine e a Adele.

“Desde sempre escrevemos os nossos próprios temas, mesmo se tivéssemos algumas pequenas colaborações [no álbum anterior de 2014] “The Hunting Party“. Essas faixas já estavam escritas, os nossos convidados apenas acrescentavam algo no topo. A única colaboração que foi escrita desde o início foi a com o Daron dos System of a Down no tema “Rebellion“.

O músico continuou: “Apenas despertei o interesse em trabalhar com outras pessoas. Como banda e amigos, conhecemo-nos de olhos fechados, e queria alargar os meus horizontes e aprender com outros compositores que o fazem como meio de sustento”.

“No meu primeiro encontro com o Justin Parker, perguntei-lhe, “trabalhas em quê?” Eu não sei nada acerca de como é ser compositor nem tão pouco qual o sentimento de ir a sessões com as pessoas. Tentei fazê-lo no início dos anos 2000 e odeie-o”, confessou.

“Então perguntei ao Justin como é que resultava com ele; se o fazem sozinhos, ou se há reuniões de compositores  onde se reúnem e trabalham nisso, por exemplo num disco da Rihanna? Aprendi de algumas pessoas como se processava, e para nós havia uma versão que resultou mas provavelmente para o resto das pessoas não iria resultar”.

“Cada dia juntavamo-nos em estúdio e eu e o Brad convidávamos alguém para que pudéssemos ter uma pequena conversa. Questionavamo-nos uns aos outros que é que ia na nossa cabeça a cada dia e o que é que queríamos cantar”.

Por vezes era algo sem nexo, em outros momentos era algo que acabava por estar presente em “One More Light“.

One More Light” será lançado no dia 19 de maio e podem ouvir os três singles já adiantados pela banda, até ao momento – “Heavy“, “Battle Symphony” e a colaboração com a Pusha T + StormzyGood Goodbye” – em baixo.

You may also like...