free website stats program

Marilyn Manson clarifica envolvimento no vídeo perturbador com Lana Del Rey e Eli Roth

No mês passado, um vídeo bizarro e perturbador com Marilyn Manson, Eli Roth e a cantora Lana Del Rey foi lançado pela Sturmgruppe, um grupo de artes digitais que  Manson trabalhara antes. O vídeo inclui uma cena em que Del Rey está a ser “violada” por Roth, juntamente com imagens de Marilyn Manson e outros visuais bizarros de ‘No Reflection‘. Agora, Manson esclareceu o seu papel no curta-metragem, afirmando que nunca houve intenção de ser um vídeo de Marilyn Manson.

Apesar de todas as ações descritas no vídeo terem sido consensuais entre os performers, a cena de violação de Lana Del Rey revelou-se demasiado intensa para muitos. Devido ao seu teor, a filmagem foi “trancada num cofre por um ano”, de acordo com Eli Roth e não era para haver qualquer tipo de lançamento. Apesar disso, o filme saíu sob o título de ‘Sturmgruppe 2013 Reel‘.
Numa nova entrevista com o NME, Manson esclarece a sua participação no vídeo polémico. “Eu não neguei o envolvimento no mesmo, simplesmente declarei que não era para ser um vídeo de Marilyn Manson”, disse Manson. “O editor da empresa que o colocou cá para fora é alguém que já havia editado os meus vídeos. Esse vídeo foi feito com uma câmera que o Eli, que é meu amigo, e eu queriamos testar, então eu o deixei-o testar … O que eles filmaram foi colocado num contexto, aparentemente, como se fosse um vídeo de Marilyn Manson, e essa não era, de todo, a intenção “.

Manson queria fazer um vídeo de música com Lana Del Rey, mas achou o processo muito difícil. “O Eli e eu queríamos fazer um vídeo de música com ela, mas ela estava a ser um problema para mim, pessoalmente, embora eu ainda a respeite. Eu sou amigo dela”, esclareceu Manson. “Eu vim embora. Estava cansado. Eu não estava disposto a fazer essa parte do meu vídeo. Eli e eu originalmente tinha intenções de fazer um vídeo com ela, mas o lá está não era a intenção, porque não foi isso que eu filmei, não era para o meu vídeo.”
Manson acrescentou ainda: “Eu acho que nenhum de nós tinha a intenção de que isto era para ser visto, foi mais  um teste de câmera. Eu sou uma pessoa que iria bater em alguém que violasse alguém que eu conheço.”