free website stats program

Noites Ritual [Dia 2]

Na segunda Noite Ritual, que tal como a anterior aconteceu no interior do Pavilhão Rosa Mota, e não ao ar livre, como tem sido habitual, já que a chuva invernosa nos dias que se antecederam fizeram a organização procurar uma solução que viabilizasse a realização dos concertos. Ironia: o mau tempo fez uma trégua precisamente nos dias do festival, brindando a cidade com duas noites amenas….


Mantendo o formato da primeira noite, os primeiros a subir ao palco foram uns dos vencedores do concurso Rituais Emergentes e intitulavam-se O Incrível Homem Bomba, banda portuense que apresentou temas do seu EP de estreia, “…Porque o Mundo não é Quadrado”, e contou com as participações especiais de Elísio Donas no tema “Gato Mitch”, e de Ana Alvarez Moreira, em dueto com o vocalista Pedro Martins.


Com o pavilhão finalmente repleto (com muitos espetadores a terem de subir para as bancadas superiores), David Fonseca não escondeu a vontade de agarrar o público à sua frente, e se nos primeiros momentos, ficou um tanto na sombra, imediatamente saltou para tomar de vez o palco (e até as bancadas), enquanto desfiou alguns dos temas mais enérgicos, ficando para mais tarde “A cry 4 love” e “Kiss me, oh kiss me”. Uma prestação que entusiasmou os espetadores, e que encerrou, com sucesso, mais uma edição das Noites Ritual.


Fotografia e texto por João Fitas | Agradecimentos: Porto Lazer