free website stats program

Ozzy Osbourne ficou excitado com o 11 de setembro

A tragédia de 11 de setembro, que vitimou mais de 3000 pessoas em Nova Iorque no mais sangrento ataque terrorista da história, deixou milhões em pânico e mudou o curso das sociedades modernas. No entanto, esse acontecimento teve um efeito muito diferente no Príncipe das Trevas, Ozzy Osbourne, frontman dos Black Sabbath.
O músico confessou à Shortlist:

“Não estava assustado, estava excitado! Aquilo foi o meu tipo de loucura, sabes. No dia seguinte aos acontecimentos não havia ninguém em Nova Iorque”.
«Recordo-me de estar nas escadas do hotel e – sabes quando vês aqueles velhos filmes de cowboys onde a poeira rola sobre o chão? Havia jornais a voar nas ruas. Foi tão estranho. Toda a gente evacuada de Manhattan por não saberem se o ataque já tinha acabado.”

“Mas espero que o grupo do ISIS tenha um fim. Cheguei à conclusão que nos está no sangue matarmo-nos uns aos outros por uma razão ou outra. E penso que mais cedo ou mais tarde, um destes loucos energúmenos vai arranjar uma arma nuclear ou algo parecido, e matar imensas pessoas. Está na nossa natureza. Espero que não aconteça mas parece que pode acontecer se o conseguirem.”

Ainda a propósito deste assunto, Ozzy Osbourne veio depois a público insurgir-se contra o artigo publicado pelo Daily Mail Online, alegando que este orgão noticioso, tinha deturpado e colocado fora de contexto as suas palavras à Shortlist. Aqui, salvaguardamos a veracidade dos factos, assim sendo deixamos que sejam as palavras do músico a ilustrar o artigo:

Em primeiro lugar, nunca falei ao Mail Online. Várias citações foram retiradas de outra entrevista que eu fiz com a ShortList e que foi publicada antes durante o dia de hoje e depois descontextualizadas para criar a história do Mail Online [sobre o 9/11].

“Peço desculpa a qualquer pessoa que possa ler essas citações e pensar que eu me sinto mesmo assim.”

“Saibam que eu nunca quis ofender ou magoar alguém – essa nunca seria a minha intenção.”

“Devem pensar que com a minha idade eu já deveria saber que qualquer conversa que eu tenha com um jornalista pode ser distorcida, reimpressa e transformada numa história diferente. Mais uma lição aprendida.”

“Os meus representantes contactaram o Mail Online, pedindo-lhes que retirassem o artigo, algo que eles obviamente não fizeram, e agora ele foi utilizado globalmente devido à tirada sensacionalista do Mail Online.”

“Amor e paz a todos. Que o vosso Deus esteja convosco.”