free website stats program

Paul McCartney recebia tangerinas no Natal

Ele pode ser um dos músicos mais ricos do mundo, mas na infância Paul McCartney revelou que os seus presentes de Natal se resumiam a uma tangerina e uma mão-cheia de nozes.

O ex-Beatle diz que os seus pais não podiam pagar presentes caros, ao contrário das prendas de “um par de centenas de libras” que são usuais hoje em dia.

No entanto, o músico de 72 anos insiste que as suas melhores memórias da época vinham da inocência infantil e do esforço que os seus pais tinham para que as crianças acreditassem no espírito natalício.

Quando questionado sobre as suas memórias favoritas das festividades, o cavaleiro escolheu “acordar quando somos pequenos na manhã de Natal e ver a fronha branca em que os meus pais costumavam pôr os presentes, que seriam um par de nozes e uma tangerina-“

“Não éramos tão privilegiados que pudéssemos ter prendas como os miúdos de hoje, mas era tudo tão excitante, pensar que o Pai Natal tinha ido ao nosso quarto e deixado a fronha.”

“Nozes, tangerinas e um presente ou dois; mas tem piada, não interessa o valor dos presentes (embora também fosse bom), mas a ideia do que se tinha passado”.

Além disso, McCartney elegeu “Chestnuts Roasting On An Open Fire” por Nat King Cole a sua música favorita de Natal e It’s a Wonderful Life como filme de eleição na época.