free website stats program

Phil Rudd com uma passagem marcante em tribunal

O caso de Phil Rudd, baterista dos AC/DC, continua a dar que falar. Relembramos que o baterista foi acusado de planeamento de assassinato, sendo depois a acusação retirada por não haver provas suficientes contra ele.

Agora o baterista faz furor por razões não ligadas à música, começando por se atrasar no próprio julgamento. Quando um mandato de captura estava prestes a ser emitido, o baterista compareceu em tribunal. Já sem ser alvo das acusações mais graves, a de ter mandado matar, Phil Rudd não contestou nenhuma das outras acusações, posse de droga, tendo sido o caso remetido para uma instância inferior. A pena máxima para o baterista fica assim para sete anos.

Ainda à saída do tribunal, o músico fez gestos impróprios para os repórteres presentes, saltou para cima do seu segurança e arrancou, quase tendo um acidente com um camião à saída.