free website stats program

Processo em tribunal atrasa novo álbum dos Tool

Já há muito que os fãs de Tool aguardam ansiosamente pelo lançamento de um novo álbum, mas todas as notícias relativamente ao assunto não tem passado de rumores. Recorde-se que o último álbum, 10000 Days, foi editado em 2006, altura em que a banda passou duas vezes por Portugal – Super Bock Super Rock e Pavilhão Atlântico. Ainda no início deste ano, alguns sites publicaram a informação de que o guitarrista, Adam Jones, teria confirmado a um fã durante um meet & greet que o tão aguardado álbum estaria para breve mas, mais uma vez, não era verdade. Agora, numa entrevista concedida à revista Rolling Stone, o baterista Danny Carey explica o porquê desta longa espera. E, parece que as razões pelas quais há oito anos não ouvimos nada novo de Tool prendem-se com questões judiciais.

O alegado incidente aconteceu há sete anos quando um amigo do guitarrista Adam Jones resolveu colaborar no grafismo da banda. Na altura, os desenhos não foram identificados, e o individuo entrou com uma acção judicial contra os Tool, exigindo ser creditado. E, em vez de defender a banda, a seguradora ainda os processou devido a alegadas questões técnicas. Os Tool contra processaram, e o caso arrasta-se desde então. Agora, a banda de Maynard James Keenan vai finalmente ouvir a sentença em Janeiro de 2015.

“Tudo isto tem sido deprimente”, confessou Danny Carey à Rolling Stone. “E o pior é que tem-nos ocupado muito tempo. À medida que os anos passam e nós crescemos, as prioridades alteram-se, temos família e filhos, e é complicado estarmos dedicados a cem por cento à banda com tanta coisa a acontecer. Conseguir conciliar tudo e mais esta situação torna tudo mais difícil e dá-nos um stress desnecessário”, explica. “Além de que nos está a custar milhões e milhões de dólares”, acrescenta. “Os fãs exigem-nos um novo álbum mas nós também não queremos arrastar as pessoas para os nosso problemas, porque ninguém os entende.”

Adam Jones garante que os Tool pretendem destruir a companhia de seguros em tribunal, mas salienta que sempre que “a data do julgamento está próxima, é adiada, perdemos tempo e dinheiro, e suga-nos a nossa energia criativa. É muito complicado conseguirmos criar algo novo quando temos uma situação como esta a afectar-nos o cérebro e a nossa relação com os restantes membros da banda.” Ainda assim, parece que pode existir uma luz ao fundo do túnel: Os Tool tem novo material que pretendem ver gravado nos próximos meses. “Vamos ver como corre. Já conseguimos superar algumas barreiras e estamos entusiasmados”, conclui.