free website stats program

RedLizzard – In Your Face

RedLizzard é o nome de um quinteto proveniente de Almada, que aspira colocar o rock com toque a hard de novo no ouvido dos portugueses. Com apenas três anos de existência, o grupo acaba de lançar o EP de apresentação “In Your Face”, que será o seu cartão-de-visita.

Este ano foram os escolhidos para fazer a primeira parte do concerto dos Bon Jovi, tendo recebido um feedback positivo por parte da crítica. Em jeito de presente de natal antecipado, a banda saiu vencedora nas duas categorias para as quais se encontrava nomeada: Best Alternative/Pop Band e Best International Band. Estes prémios dirigem-se apenas a grupos que não têm qualquer ligação com editoras, sendo da responsabilidade do Upper State Independent Music Awards.

“In Your Face”, que traduzindo para português quer dizer “na tua cara”… O título do EP não poderia ser mais claro. Os RedLizzard apresentam-nos um trabalho directo, sem grandes complexidades e cuja mensagem é fácil de apreender. As músicas têm letras e ritmos que evidenciam uma atitude positivista, com sons fortes de guitarra. Este é um EP um tanto ou quanto fácil de digerir, com um refrão que acaba por ficar no ouvido e que mais facilmente será aceite pelas massas. Tem alguns pontos interessantes, mas em alguns aspectos soa ainda um pouco a cliché.

“Deep Down Inside” é claramente a minha faixa favorita, quem a escuta consegue sentir imediatamente a sua energia. Tem um bom ritmo, e é acompanhada por uma parte instrumental que sem ser brilhante é competente. Este é um daqueles temas, que vamos querer ouvir mais que uma vez.

“In Your Face” encerra com “When You’re Away”, uma música que nos faz recuar no tempo e relembrar as típicas baladas das bandas de hard-rock da década de 80. “I’ve been searching for the times we left behind”, canta o vocalista da banda, Mauro Carmo… E talvez assim seja, pelo menos neste tema os RedLizzard levam-nos a recordar um pouco do hard ligeiro do passado. Resta-nos agora aguardar para ver o que mais esta banda tem para nos dar.

Texto por Filipa Santos Sousa