free website stats program

Relembrar Ronnie James Dio

Faz hoje 5 anos que, o pequeno gigante nos deixou, Ronnie James Dio, o homem que todos admiravam e que muitos queriam ter uma voz como a sua, voz essa que chegou aos quatros cantos do mundo ao ter participado em diversas bandas de renome como Rainbow, Black Sabbath e quando decidiu fazer carreira a solo.

O seu início de carreira fica marcado por pequenas passagens por diversas bandas, mas só com os Elf, no início dos anos 70 é que Dio começa a ser reconhecido, reconhecimento esse que leva Ritchie Blackmore a apostar nele quando decide sair dos Deep Purple. Juntamente com os restantes membros dos Elf, Ritchie e Dio formam os Raibow em que “Rising”, o mítico álbum com o arco-íris na capa, toma o mundo de assalto.

Após Ozzy Osbourne ter sido despedido dos Black Sabbath, a banda liderada por Tony Iommi precisava de um substituto á altura e Dio foi chamado e em apenas dois anos lançam dois álbums fabulosos, “Heaven and Hell” e “Mob Rules”, músicas como “Neon Knights”, “Falling off the Edge of the World” e “Die Young” são marcos do heavy metal, mas depois temos aquele que pode ser considerado ‘O’ hino do metal, “Heaven and Hell”, que nos relembra que, «The world is full of kings and queens / Who blind your eyes and steal your dreams».

Devido a conflitos dentro da banda, Dio imita o vocalista que esteve antes de si nos Black Sabbath e embarca numa carreira a solo, desde cedo destaca-se com trabalhos de grande qualidade como “The Last in Line” e “Sacred Heart”, mas é “Holy Diver”, o seu álbum de estreia a solo que se torna o seu magnum opus. Nos anos 90 e a meio da sua carreira a solo, Dio ainda volta momentaneamente aos Black Sabbath para gravar “Dehumanizer”, mas o álbum não alcança nem de perto nem de longe o sucesso dos anteriores que já tinha gravado com os pais do heavy metal.

Com Ronnie James Dio a querer colaborar novamente com Tony Iommi, mas com Ozzy a disputar o nome Black Sabbath, Dio junta-se aos membros que fizeram o álbum Heaven & Hell e formam uma banda nova dando-lhe o nome do álbum que imortalizaram e dai resulta “The Devil You Know”, o ultimo registo de estúdio onde se ouve a voz de Dio.

Chegou a estar agendado um concerto de Heaven & Hell para a edição de 2010 do Optimus Alive, iriam tocar ao lado de Alice In Chains, Moonspell e Faith No More, mas esse concerto foi cancelado previamente assim que se soube da notícia da doença de Dio.

A 4 de maio desse ano, Wendy, esposa de Dio, veio a publico dar a muito temida notícia, o pequeno gigante deixou-nos em presença, o mundo do metal fica de luto. Como legado, fica recordada não só a sua poderosa voz, mas também a sua personalidade sempre bem-disposta e a sua imagem de marca, os ‘horns’, gesto adotado pela comunidade metaleira e que rapidamente se tornou um símbolo universal.

No rock Freddie Mercury é rei, no rock n’ roll este escriba prefere Johnny Cash e no metal é um tridente, a Ronnie James Dio junta-se Rob Halford e Bruce Dickinson, é difícil encontrar vozes mais marcantes que estas três dentro do metal.

Marco António Pires

Sou amante da música em geral com gostos mais virados para o metal, mas estou sempre disposto a ouvir coisas novas!