free website stats program

Architects – Lost Forever // Lost Together

Um dos nomes mais sonantes e respeitados do Metalcore, os Architects são um grupo que, à semelhança dos Bring Me The Horizon (BMTH), tem vindo a conquistar o seu espaço no seio da música Metal que ao início os renegou através de uma evolução gradual e bem-sucedida.

É assim, portanto, que assistimos sem grande surpresa ao lançamento de mais um marco na carreira dos britânicos, o novo longo-duração Lost Forever // Lost Together, entretanto disponibilizado gratuita e totalmente pela banda para audição, facto de que confesso me ter apoderado desavergonhadamente.

Assim sendo, boas notícias para os fãs portugueses que aguardam com expectativa a primeira vinda do grupo a território nacional para uma visita tripla, segundo notícias recentes, podendo estes respirar de alívio, pois as músicas recentes não envergonham em nada o catálogo de “clássicos” dos Architects.

Respeitando a fórmula do género que os viu ganhar reputação, mas sem receio de esticar as fronteiras do mesmo, os britânicos operam em Lost Forever // Lost Together uma operação que fica algures entre o que os BMTH fizeram em Sempiternal e, sobretudo, em There is a Hell…, expandindo o seu registo emotivo e por vezes político (uma das músicas, “The Devil is Near”, é um hino aos direitos animais que os músicos sempre defenderam) usando o Metalcore, mas não de forma tão pesada que fãs mais casuais se possam afastar da banda.

Faixas como “Naysayer” ou “C.A.N.C.E.R.” tomam partido do excelente registo vocal do líder da banda e juntam-se ao reportório da banda que sobretudo “rebentará” ao vivo, alternando entre momentos mais pesados com refrões emotivos num tom mais “limpo” numa dinâmica excelente que incita ao movimento.

Para além disto, músicas num registo mais leve, com recurso a sintetizadores atmosféricos, como em “Colony Collapse” ou na etérea e instrumental “Red Hypergiant” também contribuem para diversificar o registo da banda, sem no entanto trair as suas origens e sonoridade típica.

Se a isto ainda juntarmos autênticos hinos da nova geração, como é o caso de “Youth Is Wasted On The Young”, vemos que Lost Forever // Lost Together é um cd em que os pontos fracos têm de ser procurados com exaustão e, mesmo assim, sem garantia de sucesso.

Fechando o álbum com a lindíssima “The Distant Blue”, concluímos que os Architects merecem mesmo a nossa admiração, conseguindo assinalar mais um passo na sua evolução musical que, mesmo sem ser tão abrupto quanto o dos BMTH, é bem conseguido e tem em Lost Forever // Lost Together um registo fenomenal, agressivo e emotivo, mas também harmonioso e consequente quando deve ser, provando que 2014 será sem dúvida dos Architects… Nós cá os esperaremos!