free website stats program

Slipknot sentiram falta de Jordison no estúdio

Corey Taylor, vocalista dos Slipknoti, revelou que durante o processo de gravação do novo álbum, .5: The Gray Chapter, a banda sentiu falta das habilidades do baterista Joey Jordison, despedido do colectivo de Iowa.

Além disso, o músico diz que uma das razões para não falar em detalhe da saída do ex-companheiro é porque algumas pessoas só querem ouvi-lo “dizer mal” do seu colega e que isso não irá acontecer.

A partida chocante de Jordison sucedeu em Janeiro, antes das gravações do cd lançado no mês passado. O seu substituto é apontado como Jay Weinberg, filho de Max Weinberg, da E Street Band, embora a banda não planeie confirmar a sua identidade ou do novo baixista.

Taylor diz que “não vou falar da vida do Joey e as pessoas têm de perceber isso; há questões legais, mas ao mesmo tempo, há respeito.”

“Não vou sentar-me a dizer mal de alguém com quem passei 15 anos a construir algo extraordinário e os fãs têm de perceber isso; a maioria percebe, mas há sempre aqueles que querem mais, para poderem comentar e essa é a única razão por que querem a história completa.”

O músico vai mais longe, dizendo que “a única forma que tenho de resumir o que aconteceu é que às vezes estamos na mesma estrada e chegamos a um cruzamento; às vezes viramos juntos, às vezes separamo-nos. Desta vez separámo-nos e foi assim, simples, não conseguíamos trabalhar mais e foi isso.”

No entanto, o vocalista assume as dificuldades por que a banda passou sem Jordison, dizendo que “nós estávamos a tentar ultrapassá-lo, não é ignorá-lo, mas tentar seguir em frente; há alturas em que definitivamente sentimos falta da sua habilidade e visão. O Joey é um general no estúdio, tinha uma óptima mente para isso, para obter a sonoridade certa e o potencial de algo agradável para os ouvidos, intros e coisas desse género; agora temos de preencher isso.”