free website stats program

Throne Of Vengeance – Live Evil

Live Evil dos Throne Of Vengeance (TOV) é mais uma amostra que expressa o vigor da cena Rock, com travo Thrash, canadiana. Oriundos de Calgary, os TOV não têm pudor em debitar uma amálgama musical consistente e intensa, ainda que o trabalho de produção, a cargo de Paul Sabu, não expresse por completo essa qualidade, visto que neste género cheio de riffs de filigrana, a produção deve ser cristalina e in your face, no entanto, compreendo a intenção de conferir uma natureza raw ao álbum.

O palíndromo do título é apenas uma escolha pessoal do frontman Tommy Shakes, logo não se deixem enganar, porque o álbum é um registo de estúdio, apesar da sua natureza mais crua em termos de artifícios técnicos. Nota-se a intenção de aproximar o som da banda de um espectro musical mais vintage e que remete para o hard rock da década de oitenta do século passado.

O álbum agrega apenas sete temas, logo tudo aqui se precipita rapidamente e em alta rotação. Não esperem grande variedade nem experimentalismos, aquilo que aqui temos é um rock assente em riffs e solos de guitarras de princípio a fim. O destaque vai precisamente para o tema homónimo e central, “Live Evil”, visto que aqui tudo soa mais cristalino, o baixo de Riley Cobb está aqui bem puxado para a frente e produz um suporte envolvente para o rendilhado das guitarras, sendo que a qualidade rítmica da própria letra, nomeadamente no refrão, em muito contribui para nos convencer de que neste ponto temos os TOV no seu melhor.

Se as vossas preferências tendem para o lado mais melódico da música extrema, este Live Evil não terá certamente nada de mau e será um disco a ouvir com alguma atenção, porque de facto há qualidade na música da banda e potencial para ainda fazer melhor no futuro.