free website stats program

Vikernes (Burzun) condenado por crimes de ódio

Ontem de manhã, Varg Vikernes foi considerado culpado por um tribunal francês de incitar o ódio racial através de seu blog. No ano passado, ele foi acusado de planear ataques terrroristas, mas foi libertado alguns dias depois por falta de provas. No entanto, ele foi acusado de incitar o ódio racial e de defender crimes de guerra. O julgamento, no entanto, foi adiado para este ano. Quando começou, em junho, ele alegou que era inocente, afirmando que outras pessoas tinham escrito as mensagens racistas e anti-semitas e que afirmaram ser ele. Vikernes, foi condenado a seis meses de pena suspensa e a uma multa de 8.000€. Isso é relativamente leve, tendo em conta que ele enfrentava uma pena de prisão até cinco anos e uma multa de  45.000€.

Vikernes, que lançou 12 álbuns sob o nome Burzum, não esteve presente quando o veredicto foi anunciado, nem seu advogado, de acordo com o thelocal.no. Foram apresentados em tribunal dez trechos do seu blog, onde se podiam ler ataques a muçulmanos e judeus. Seis meses não é nada para Varg, uma vez que ele já cumpriu 15 anos de uma sentença de 21 pelo assassinato do seu ex-companheiro de banda, Mayhem Euronymous, e por incendiar igrejas na Noruega. Até agora não houve nenhum comentário sobre o veredicto de Vikernes, mas ele pode recorrer.