Men Eater (Último concerto) + The Quartet Of Woah [Stairway Club, Cascais]

Banner RnH

“Vieram para ter a certeza que esta m**** acabava”, expressou-se Mike, vocalista e guitarrista dos Men Eater, nesta noite que ficou marcada pelo derradeiro final de uma banda que vai ficar para a história da música portuguesa.

Com as 22h anunciadas em mente, os concertos apenas começaram às 23:30 quando o Stairway Club em Cascais se encontrava com casa cheia. Não foram os problemas na bateria que durou o concerto todo e com um engripado Gonçalo Kotowicz que impediu os The Quartet Of Woah de protagonizarem mais um concerto energético, algo habitual na banda Lisboeta. Foi pedido, mas a banda não tocou músicas novas. O concerto começou com o singleBackwardsfirstliners”, prosseguindo com várias músicas já bem conhecidas do muito aclamado disco de estreia “Ultrabomb” como foram os casos de “The Announcer” e “Master Lever Had a Dream”. “U Turn”, cantada com o público, encerrou um grande concerto digno de fechar a noite, mas depois apercebemo-nos que estávamos ali para nos despedirmos dos Men Eater.

Como despedida, os Men Eater decidiram presentear os seus fãs com uma set no qual tocaram o álbum “Hellstone” na íntegra. Trocando a ordem originalmente gravada, o grupo ainda passou pelo registo “Vendaval” com as músicas “First Season” e “Heartbeating Locomotiva ”. Muito headbang da parte do público e da parte da banda foram poucas as palavras ao saberem que o fim estava para breve. O trabalho “Gold” não foi visitado, mas a banda reservou um momento especial ao ir até o EP de estreia homónimo com a ajuda do vocalista original, Sérgio Batista, neste momento o conjunto voltou a ser um quinteto e interpretaram “For a Life Massacre”, a faixa de abertura do respetivo EP, cerca de 10 anos depois de a música ter visto a luz do dia. Antes de finalizarem o concerto e fazendo os possíveis para não se esquecer de ninguém, Mike agradeceu às pessoas que os apoiaram de perto nos últimos anos. Para o derradeiro final, como houvesse dúvidas, “Lisboa”, o grande hino criado pela banda.

Texto: Marco António Pires

Foto: Igor Ferreira

N.R.: O concerto realizou-se no dia 3 de junho!